Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Foi nada, seu juiz!

Imagem
-- Mô? Viu que é bandeirinha mulher? A gente não tem sorte com mulher na arbitragem. Sei que você pode pensar que é machismo, não é não, é estatística. Silêncio no tribunal! Começou.  Até que enfim um técnico ousado partindo pro ataque. Vamutrucidááá!  Chuviscando no gramado, esse tapete esburacado vai virar um sabão. Tomara que aqui não chova forte, se não a gente perde o sinal da tevê. O Pitomba pegou a bola. Corre! Passa! Ladrão! Ladrão! Pronto perdeu. Correr atrás do ônibus pra tentar a peneira você sabia, agora que tá sentado na grana fica de frescuragem.  Recupera, isso! Mô, tá vendo o babaca se achando mágico? Não dribla, cara, me ouve que tu não é Garrincha, passa essa bola. Assim não que estoura a virilha e desfalca o time. Não, não, não, por aí não. Ai, já que tá aí entra logo na área que não é areia movediça. Rápido, porca miséria! Não vai dar.  Vai, se joga na área que tu não tem perna pra isso. Isso! Cai, estrebucha, treme, chora, peste, que o juiz tá olhando! Penalti, se…

A Aposentada Secreta

Imagem
Voltando com minha coluna semanal no Crônicas Cariocas: http://cronicascariocas.com/cronicas/a-aposentada-secreta/



Dona Lourdes aprendeu a segurar o dedal e enfiar a linha na agulha antes mesmo de  ler e escrever no pré-escolar. Ajudava a mãe na costura e herdou o ofício com gosto. Sabia que os panos seriam seus companheiros para o resto da vida. Sempre foi autônoma e recolhia a contribuição para o INSS regularmente há 32 anos, sem nunca ter tirado uma licença. Não tinha pressa de se aposentar, mas assistindo na TV o Presidente da República anunciando o pacote de maldades da previdência achou por bem dar entrada nos papéis, antes que a direção do vento mudasse. Não comentou com ninguém, isso é coisa pessoal, não havia de sair por aí batendo nos peitos “Me aposentei! Tô rica!”. Deus a livre. Nunca foi de falar dos outros, quanto mais da própria vida. A conversa com a máquina de costura lhe bastava. No dia em que entrou o primeiro crédito na conta, Lourdinha respirou aliviada. Agora poder…