sexta-feira, 3 de maio de 2013


Tenho medo dos poetas e suas odes ao esquecimento
Tenho medo dos intelectuais e suas caras de paisagem
Tenho medo dos gênios e suas reticências
Tenho medo dos saudáveis e seus pulmões rosados
Tenho medo dos certinhos e suas verdades absolutas
Tenho medo do amor imenso e suas mentiras
Tenho medo dos grudentos e seus elogios vazios
Tenho medo dos belos e suas luzes irritantes
Tenho medo do sucesso e suas grades deslumbrantes
Tenho medo da felicidade e suas armadilhas
Tenho medo de você que me suga com seu coração
Não durmo sobre meus neurônios
Tenho medo de que, se eu fechar os olhos, tudo isso me consuma.

(Foto Sammy Angeli)

Um comentário:

Anônimo disse...

E ela também faz poemas! Brilhante. JFS